Diferenças entre ácidos para tratamentos faciais.

Entenda agora a Diferenças Entre Ácidos para Tratamentos Faciais e fique mais inteirada quando precisar explicar para suas clientes.

Antigamente o uso de ácidos era utilizado apenas em cabines de dermatologistas ou se comprava algum creme manipulado com tais substâncias somente com prescrição médica.

Com o tempo, o uso foi se popularizando e agora já existe no mercado cremes prontos para o consumo. Contudo a quantidade e potencialidade é bem menor do que praticado em consultórios ou receitados por dermatologistas.

Os ácidos são essenciais para qualquer tratamento estético, seja em consultórios ou em cosméticos.

São na sua grande maioria ótimos para amenizar linhas de expressão, clareamentos, afinar a cútis deixando-a mais macia, reestruturação celular melhorando o contorno facial, ativar a produção de colágeno e melhorar muito o aspecto de cicatrizes e acnes.

Mas sempre ficamos na dúvida qual ácido seria melhor para cada pele ou problema, não é mesmo? O que vai depender é tipo de pele, a concentração do produto, duração de tratamento, resposta de eficácia, e por último, mas não menos importante: disciplina. Se não tiver essa última, nenhum creme ou tratamento dará resultado.

Aqui seguem alguns dos ácidos mais utilizados no mercado, para que servem e para qual tipo de pele. Lembrando que essas dicas são apenas para compra de cosméticos que já existem no mercado. Para uma manipulação de algum cosmético ou tratamento específico com concentração maior, procure um médico especializado. Em cabines de estética o uso é restrito e depende também da concentração e não pode ser invasivo. São eles:

Ácido retinoico: Derivado da vitamina “A”. É um dos ácidos mais utilizados na cosmética, tanto em cremes como em consultórios. Maravilhoso regenerador de colágeno. Por ser um dos mais eficazes contra o envelhecimento é usado muito em peeling químico, porém também é um dos que mais causam reação alérgica ou irritação. A minha recomendação é sempre usar esse ácido com prescrição e acompanhamento médico. Ou fazer um teste com o creme, passando um pouquinho no meio dos cotovelos ou atrás da orelha. Se causar forte ardência, irritação ou bolinhas suspenda o uso. Evitar o uso em peles muito finas, muito branquinhas ou sensíveis.

Ácido hialurônico: Extraído da crista de galo para atender a indústria de fármacos, mas é uma substância natural em nossa pele. É maravilhoso para hidratação profunda e muito utilizado em preenchimentos para melhora de rugas, flacidez e regeneração da pele. Como é um potente hidratante, é ótimo para pele secas e extremamente secas.

Ácido salicílico: Derivado da casca do salgueiro, mas pode ser encontrado em frutas vermelhas ou que tenham um avermelhado próximo ao caroço, como o pêssego por exemplo. Utilizado para peeling com efeito de descamação superficial da pele, promovendo renovação celular.

Ótimo aliado para peles muito oleosas, poros dilatados e acneicas. Mas cuidado com uso exagerado, pode ressecar a pele. Muitas pessoas têm alergias ao ácido acetilsalícilico, que nada mais é que o ácido salicílico mais a adição do radical acetil o comum analgésico AAS.

Então cuidado, a alergia aparece tanto na ingestão como no uso tópico.

Ácido Ferúlico: Encontrado em grandes concentrações em folhas e sementes de muitas plantas, em especial o farelo do arroz. É antioxidante, previne envelhecimento precoce e danos causados por raios solares ou radiação UV. Considerado um ácido suave, é muito indicado para peles jovens melhorando textura e viço da pele.

Ácido Glicólico: Extraído da cana de açúcar, é o meu queridinho, porque além de proporcionar vários benefícios, é um dos ácidos que menos dá irritação ou reação alérgica. Ele promove descamação mais suave, retirando as células mortas e clareando a pele. É um ótimo rejuvenescedor, atenuando linhas de expressão e rugas, além de ser também um aliado para a reestruturação da pele, auxiliando a renovação celular. Há vários cosméticos no mercado com essa substância. Todos que contém a sigla AHAS são cremes que contém o ácido.

Ácido ascórbico ou vitamina “C”: Encontrado em frutas e legumes. Ótimo para clarear a pele com manchas e um dos melhores antirradicais livres. Embora muito recomendado para todos tipos de pele, há de se atentar à vermelhidão, quentura ou ardência que na maioria dos casos, terá que suspender o uso.

Atenção!

Todos os cosméticos que contém ácido podem causar reações como vermelhidão, quenturas, ardência, bolinhas e etc. Entretanto, tem que ser reações leves e suportáveis. Passou disso ou ficou preocupada, melhor retirar e lavar a pele abundantemente, usar um creme calmante (pode ser à base de aloe vera) ou se não tiver nenhum creme em mãos, utilize água gelada em compressas e procure orientação médica.

Para todos os tratamentos com ácidos, sendo em forma de cosméticos ou com receita médica, o uso do filtro solar é essencial para eficácia do tratamento, podendo inclusive, piorar o problema caso não seja utilizado.

Vejá também Dicas e estilos de moda para mulheres.

Gostou?  Dúvidas ? Entre em contato, e eu lhe retornarei o mais breve possível.
Até o próximo post.

Categorias
Categorias
Posts Recentes

Assine já!

Quer estar por dentro das últimas novidades?

Não se preocupe, também não gostamos de spam ;)
Ao assinar a newsletter, declaro que conheço a Política de privacidade.

Compartilhe:

Compartilhar em facebook
Compartilhar em twitter
Compartilhar em pinterest
Compartilhar em linkedin
Mais Artigos

Postagens Relacionadas

19 respostas

    1. Olá Valéria, tudo bem?
      Existe vários ácidos para clarear melasmas que são ótimos, como o ácido glicólico, retinóico, fítico, hydrolive, e um que pode-se tomar em cápsulas, injetável e usar externamente como creme, o ácido tranexâmico e etc. Porém cada caso é um caso, isto, dependerá da sua pele, e sua saúde.
      Para utilização desses ácidos em concentrações maiores, é necessário receita médica, sugiro portanto que faça uma consulta ao dermatologista.
      Enquanto isso, você pode utilizar alguns cremes que estão no mercado como cosméticos. São de porcentagens menores, por isso não há necessidade de prescrição médica, mas já ajudam no clareamento.
      Gosto muito dos cremes da Abelha Rainha e os da Odorata. Seguem os links:
      http://www.abelharainha.com.br
      http://www.odorata.com.br
      Espero ter ajudado.
      Rose

    2. Olá Valéria, tudo bem?
      Depende do grau do melasma.Porém gosto muito do ácido glicólico por dificilmente dar alguma reação alérgica.
      Sempre começando por uma porcentagem menor e gradualmente ir aumentando.
      Procure também a linha Clear Pele da Abelha Rainha que são muito bons e não tem uma concentração muito alta de ácidos justamente para ser usado em qualquer tipo de pele. Agora se seu melasma já for de grau muito avançado e já atingiu camadas mais profundas, sugiro que procure um dermatologista que lhe prescreverá o melhor para seu caso. Lembrando que nesses casos é recomendável usar filtro solar diariamente e evitar se expor ao sol ou até mesmo abrir um forno muito quente com o rosto direto no calor pode piorar nesse casos.
      Espero ter ajudado.
      Um abraço.

  1. Eu uso o ácido retinoico, minha pele melhorou muito, mas sinto que está bem fina, será que isso vai me prejudicar com o tempo. Uso no rosto, colo e pescoço. Tenho flacidez e linhas de expressão. Será que estou usando o produto certo?

    1. Olá Lenir.

      É normal a pele ficar mais fina, justamente porque está “varrendo” as células mortas e promovendo a produção de colágeno e outras substâncias para uma pele mais saudável.
      Porém, não deve ser ao extremo. Ela pode ficar muito sensível, coisa que prejudica sua pele e o tratamento. As vezes no caso seria bom alterar os dias com um hidratante apenas. Passar um dia o ácido e deixar a pele descansar um ou dois dias dependendo do caso e só hidratá-la. Ou até mesmo cessar o tratamento com esse ácido. Nunca devemos abusar do tempo de uso e esquecer do filtro solar.
      Jamais use ácidos de concentrações elevadas por conta própria. Poderá lhe acarretar sérios danos.
      Se for prescrito por seu dermatologista,justamente por ser uma concentração superior, sugiro que retorne e fale com ele sobre isso. Ele tirará suas dúvidas e lhe prescreverá algo ou mesmo trocará a manipulação se for o caso em questão.
      Espero ter ajudado.
      Abraços.

    1. Olá.
      Não recomendo usar ácidos ou qualquer substância mais fortes em crianças ou jovens até 17 anos de idade.
      Seria ótimo que consultasse um dermatologista e uma ginecologista pois está na idade da menarca ou já esteja ovulando algum tempinho, portanto sempre é bom verificar se está correndo tudo bem. Enquanto isso há no mercado, inclusive da própria Abelha Rainha que represento, vários produtos que ela pode utilizar.
      Sugiro também que sempre lave o rosto com água fria, nunca debaixo do chuveiro e use sabonete líquido com PH neutro próprio para pele acneica ou simplesmente um de erva doce. Os sabonetes são ótimos aliados para qualquer situação ou problema de pele. Para complementar, usar um esfoliante à cada 8 à 10 dias também ajuda bastante. Porém cuidado, não pode abusar e nem esfregar muito para não ferir ou agredir a pele.
      Entre neste site no campo “Catálogos” e clique em Abelha Rainha que poderá ver toda linha Acnew para pele oleosas e acneicas.São ótimos e uma variedade incrível de produtos. Se tiver mais alguma dúvida ou até mesmo informação para adquirir os produtos, entre em contato novamente, estou à disposição.
      Espero ter ajudado e que tenha gostado do tema.
      Um abraço,

  2. Olá… eu quero saber se posso fazer uso da hidroquinona a noite e usar acido hialuronico durante o dia em um mesmo tratamento

    1. Olá Solange.
      Vai depender do grau de concentração do seu ácido e de sua pele. A hidroquinona se não bem utilizada, pode causar o efeito rebote, isto é piorar o grau de manchas e também queimá-la se for uma concentração alta. Nunca, mas nunca mesmo, recomendo o uso de hidroquinona antes de uma avaliação médica. Já o ácido hialurônico é uma substância encontrada no nosso organismo, portanto há um risco menor de rejeição. Pode ser usado em qualquer idade, mesmo bem jovens, exceto grávidas ou que estejam amamentando, pois não tem estudo científico sobre o caso. É um ótimo hidratante, anti idade e um forte aliado contra a flacidez. Porém, sempre é um ácido, portanto para uso de concentrações maiores ou injetáveis, deve-se consultar um/a dermatologista. Atenção, esteticistas não podem realizar procedimentos invasivos, como injetáveis, seja qual for a natureza do produto. Somente dermatologistas ou cirurgião plásticos podem realizar tais procedimentos. Entretanto, em concentrações em cremes vendidos livremente, poderá utilizá-lo sem receita médica, mas sempre verificando se aparecerá irritação, coceira ou qualquer outro sintoma que seu organismo não aceite uma ou várias substâncias que contenha no creme.
      Espero ter ajudado.
      Um abraço.

    1. Olá Dayana.
      Você pode utilizar hidratantes em creme e sérum em óleo com toque seco. Tem alguns do mercado que são ótimos com ácido hialurônico, como da Abelha, Boticário, Vivah, Eudora e etc. não se espante quando eu falo em ácido hialurônico. ele é altamente hidratante. Agora seu quiser um tratamento mais caseiro, também pode se jogar no Bepantol, Hipoglós e Creme Universal. Faça uma misturinha dos 3, só que for utilizar na hora e com a quantidade de 1 (Hipoglós) para 3.
      Espero ter ajudado.
      Obrigada pela visita.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Institucional